ATENDIMENTO
OOPS! SEU CARRINHO ESTÁ VAZIO Continue comprando

6 MUSAS DO ROCK

E como cada uma nos inspira.

Ahhh, esse tal de rock’n roll. O gênero não é (mesmo!) exclusividade de rockstars masculinos e  tem em seu repertório mulheres que compuseram inegável história musical. No meio do balanço,  as gatas ainda ditaram referência no universo fashion com seus visuais carregados de atitude. Por  isso, elencamos 6 musas para inspirar escolhas incríveis no ritmo rock’n roll. 

Scroll down & cerca it out!

Continuar lendo

JOAN JETT


Como front girl de uma das primeiras girl bands da história, (a The Runways foi hit absoluto na  década de 70 contribuindo com 4 álbuns icônicos na história do gênero), Joan Jett dedilhava guitarras distorcidas abusando de jumpsuits em tecidos vibrantes ( compõem  referência rocker até hoje).

No tempo off stage, calças skinny em jeans ou couro, blazers emprestados do closet masculino, t-shirts e jaquetas com pegada statement eram as peças favoritas da gata de cabelos pretos com corte mullet (outro legado que permanece na beauty wish list de simpatizantes do visual).

DEBBIE HARRY


Debbie Harry, liderando a banda Blondie, consolidou o new wave (batida derivada do punk que  embalou as décadas de 70 e 80) trazendo o movimento ao alcance do público mainstream.  A loira de icônicos fios platinados reinventou o look rock’n roll com um viés feminino recheado de  sex appeal.

Misturado peças “pesadonas" com um fits de apelo glam, Debbie foi musa-inspiração de artistas como Andy Warhol e aproveitou o spotlight para trazer as últimas trends da cena fashion da época para uma releitura única em cima dos palcos.

RITA LEE


Rita Lee é uma das fundadoras dos Mutantes, banda paulista reconhecida em território nacional  e gringo por sua sonoridade única e experimentação psicodélica ousada.

No visual, Rita faz do mesmo mood da sua música a inspiração para suas produções. Um pouco índia, um pouco hippie, um pouco punk, um pouco sambista: o mix & match é o ritmo que dita a história fashion da rocker de cabelos alaranjados e óculos redondinhos.

JANIS JOPLIN


Janis Joplin foi uma das únicas mulheres a se apresentar no festival Woodstock - ícone dos  anos 60, símbolo da contracultura e da força do rock. Sua voz de timbre rouco compôs alguns dos  hits mais psicodélicos do gênero, transitando entre inspirações como o folk, o blues e o soul.

No look, Janis fazia bonito apostando em elementos com batida gipsie e boho. Esses eram expressos através de muito tie-dye, veludo, tapeçaria, miçangas, bordados, crochê, penas… e por aí vai. Uma autêntica fundadora do estilo hippie que conhecemos até hoje.

COURTNEY LOVE


Engana-se quem pensa Courtney Love era apenas a companheira de Kurt Cobain do Nirvana. A  rocker, à frente da banda Hole, trouxe ao movimento grunge dos anos 90 um tom apimentado ao  pontuar questões feministas em suas letras e usando como apoio sua imagem e figura corporal.

Courtney misturava um mood angry recheado de atitude com looks compostos por peças delicadas (os famosos slip desses em seda são referência cool ate hoje).

GWEN STEFANI


Gwen Stefani iniciou sua carreira como lead singer da banda No Doubt no início da década de  90. Com sua atitude em palco sempre no volume máximo, a bela importava a sua energia  statement para composições no mais autêntico timbre rocker.

Cintura baixa, prints xadrez, mini comprimentos, tops cropped, biquínis, muitos acessórios e sapatos em plataformas altíssimas foram o signature look da rockstar na década.

Continue lendo

+ ACESSAR TODOS OS CONTEÚDOS