0
OOPS! SEU CARRINHO ESTÁ VAZIO Continue comprando

fashion at work:
júlia tibério


Conheça mais sobre o trabalho de Júlia Tibério, editora online da revista L’Officiel. Júlia tem 25 anos, é formada em jornalismo pela Cásper Libero e já passou pela redação da revista Harper’s Bazaar, Estilo e do jornal Estadão, além de trabalhar com marketing de moda. Com todo o repertório e bagagem fashion, Júlia coleciona seguidores no Instagram e tornou-se ícone de estilo nas redes sociais. Confira um pouco da sua rotina e dicas para alcançar altos voos na carreira de jornalismo e marketing de moda. 

Fotos: Larissa Felsen

Continuar lendo

Behind the scenes: como é seu dia a dia de trabalho? “Hoje, na L’Officiel, consegui uma coisa que não tinha há muito tempo: qualidade de vida. Trabalho de casa e vou à redação apenas algumas vezes no mês. Isso me dá certa tranquilidade e me permite fazer outras coisas. Trabalho num ritmo muito intenso de manhã e fico apenas monitorando o que acontece e publico notícias superquentes. O lance da internet é esse de não parar. Apesar de diminuir o ritmo, estou sempre conectada e escrevendo para o site e redes sociais (até em fins de semana).”

E um busy day, como é? “Sem dúvida, os de SPFW. Fico o dia inteiro acompanhando a programação, assisto aos desfiles, entro em backstages para falar com estilistas e ver o que rola nos bastidores... Chego a escrever umas 7 histórias por dia, é bastante coisa! Fora a correria de um lado para o outro... São dias em que eu trabalho, com certeza, umas 14h sem parar. Almoçar é luxo!”

Como as semanas de moda influenciam no seu trabalho? As que rolam no Brasil eu acompanho in loco. Já dos desfiles de fora, tenho o costume de ver quase todas as fotos - estaria exagerando se dissesse que vejo tudo. Hoje os desfiles de fora são muito mais importantes do que os daqui. Primeiro porque trabalho em um veículo de luxo, onde quase tudo que é publicado é internacional. Segundo porque é daí que nascem as tendências que depois chegam no Brasil. Nós temos muitas marcas legais por aqui, mas elas raramente influenciam outras grifes no sentido de tendência, de lançar moda. Nesta PFW vimos pelo menos umas 5 grifes desfilando botas prateadas. No nosso próximo inverno, estaremos com diversas opções de modelos assim. Pode apostar!”


Como seu estilo é influenciado trabalhando com jornalismo de moda? “É difícil dizer. Eu sempre gostei de moda e fui vaidosa na hora de me vestir, mas já trabalho com isso há tanto tempo que não sei dizer se o meu estilo de hoje tem a ver com o trabalho ou se é só um reflexo de quem sou. É óbvio que as referências melhoraram e estou sempre por dentro do que rola, mas acho que isso não se reflete tanto na hora de me vestir. Também passo por muitos moods. Eu me visto para mim, para me achar bonita, moderna, cool... E, se quero usar algo, uso, independentemente do que os outros vão achar. Com o tempo aprendi que quem cria a oportunidade para usar determinada coisa sou eu mesma.”

Seu feed no Insta: quem segue e como é seu radar na rede social para o trabalho? 
“Vale dizer que se eu não trabalhasse com isso daria unfollow em pelo menos 150 pessoas [risos]? Não por nada, mas as redes sociais do mundo da moda ficaram muito chatas. Sigo todos os grandes veículos brasileiros e mundiais e as principais blogueiras daqui e de fora. A maior parte das coisas é repetida. Todas as revistas e blogueiras ‘tem’ que postar a mesma notícia para ‘não perder o furo’ ou parecer outsider, mas que furo é esse, afinal? Quem eu gosto mesmo de seguir? Os perfis das minhas marcas favoritas; páginas de futebol, que é um assunto que amo; e meu amigos. Ponto.”

top 5 dicas de carreira de jornalismo e marketing de moda por júlia tibério


Estude e não desista. Crie referências sobre o assunto e não se deixe levar pelas dificuldades. O mercado é enxuto, mas sempre vai haver espaço para quem é bom.

Seja você mesmo. Nada de tentar se vestir como fulana ou escrever como ciclano. Cada um deve manter a sua essência e se destacar pelo que é, copiar o outro não está com nada.

Esteja preparado para não se desconectar. Com as redes socais bombando, vai ser difícil você se desligar do mundo e, principalmente, do trabalho. Sempre rola uma mensagem tarde da noite ou um e-mail do chefe no domingo. São ossos do ofício.

Cultive suas fontes e seus contatos. Criar uma rede de informação é imprescindível para se dar bem. 

Divirta-se! Moda é expressão, arte e diversão. Lembre-se: por mais cheio que o seu dia esteja ou por mais complicada que aquela matéria pareça, você está lidando com algo bonito e leve! Não é caso de vida ou morte. Não se deixe levar pelo estresse alheio, respire fundo e siga em frente. Em branco a página não sai!

Continue lendo

+ ACESSAR TODOS OS CONTEÚDOS